J. R. R. Tolkien (1892-1973)

Em 1992 comemorou-se o centenário do nascimento de John Ronald Reuel Tolkien, o maior escritor de fantasia de todos os tempos. Tolkien criou um mundo que fez de cenário para os seus livros. O seu mundo tem a sua própria história e as suas próprias raças, que são exploradas em livros como “O Senhor dos Anéis”, “O Hobbit” e “O Silmarillion”.

Filho de pais ingleses, Tolkien nasceu na cidade de Bloemfontain na África do Sul a 3 de Janeiro de 1892. Depois de ter perdido o seu pai, John, juntamente com a sua mãe e o irmão, mudou-se para Inglaterra. Aí, John concorreu a uma vaga na Escola King Edwards em Birmingham, tendo sido aceito num segundo exame.

Depois da morte de sua mãe, John mudou-se para Oxford, onde foi aceito na Universidade, tendo ganho um prêmio numa exposição na Universidade de Exeter.

Em 1915, John licenciou-se em Literatura Inglesa e formou-se como tenente nos Fuzileiros de Lancashire. Em 1922 casou-se com o grande amor da sua infãncia Edith Bratt. Nesse mesmo ano, foi enviado para Somme, em França pelos fuzileiros, onde assistiu aos grandes horrores da Primeira Guerra Mundial. Mais tarde regressou à casa, onde passou a sofrer de um trauma pós-guerra.

Em 1917, nasce o primeiro filho de Tolkien, John. Nesse ano começou a trabalhar como assistente na criação no “Dicionário de Inglês de Oxford”. Um ano mais tarde, nasce o seu segundo filho Michael. Em 1921, John começa a lecionar na Universidade de Leeds. Três anos mais tarde, torna-se professor de inglês na Universidade de Leeds. Nesse mesmo ano, nasce o seu terceiro filho Christopher.

Em 1925, John mudou-se para Oxford, tornando-se professor na Universidade de Pembroke. Quatro anos mais tarde, nasce a sua primeira filha Priscilla. Durante esse tempo, Tolkien começou a escrever uma série de mitos e lendas da Terra Média, que viriam a ser compilados em “O Silmarillion”. Em 1933, começou a contar aos seus filhos a história de uma simpática criatura chamada Bilbo. Foi baseado nesse personagem que Tolkien escreveu “O Hobbit”. Tendo sido terminado em 1936, esse livro foi publicado um ano mais tarde por Stanley Unwin que, devido ao enorme sucesso que teve, exigiu logo a Tolkien uma sequência.

Em 1945, Tolkien torna-se professor de Inglês na Universidade de Oxford, posição que manteve até à sua reforma em 1959. Em 1948, completa a sequência de “O Hobbit”, “O Senhor dos Anéis”. As duas primeiras partes “A Sociedade do Anel” e “As Duas Torres” são publicadas em 1954. Um ano mais tarde a terceira e última parte “O Retorno do Rei” é publicada.

Depois de ter recebido vários prêmios e honorários (um dos quais de Sua Majestade, a Rainha Isabel II) e da morte de Edith, J.R.R. Tolkien morre a 2 de Setembro de 1973, num hospital privado de Bournemouth, deixando ao seu filho Christopher “O Silmarillion”, que foi publicado por este em 1977.

Obra

As histórias de Tolkien relatam a eterna luta entre o bem e o mal na Terra Média, um lugar povoado de sonhos, fantasias, locais exuberantes e um enorme leque de personagens que nos vão inundar a imaginação e encher a alma de paixão.

Nelas poderemos ver as quedas e as ascensões dos Senhores das Trevas, na luta dos Elfos pela preservação da beleza do seu mundo, o eterno trabalho dos Anões e suas enormes construções de pedra e a saga dos Homens, principais guerreiros na luta contra os Senhores das Trevas e os seus Orcs e Nazgûl.

Estas são as principais obras deixadas por Tolkien:

O Senhor dos Anéis

Um clássico da literatura inglesa. Nele observaremos a derradeira luta entre o bem e o mal. É relatada a aventura da Sociedade do Anel, lutando pela destruição do anel de Sauron, o senhor das trevas, impedindo-o de o reaver e, assim, controlar o mundo inteiro. Nele encontraremos personagens como Frodo, o portador do anel, o pequeno hobbit, indicado com a missão de destruir o Um Anel, Gandalf, o cinzento, o maior feiticeiro do mundo, Aragorn, o herdeiro de Isildur, Sam, Merry e Pippin, os outros corajosos hobbits, Gimli, o bravo guerreiro anão, Legolas, o herói élfico, os elfos de Lórien, Saruman, o traidor, Sauron, o senhor das trevas ressuscitado e os seus servos, os Orcs e os temíveis e fantasmagóricos Nazgûl.

O Hobbit

Este clássico narra as aventuras do hobbit Bilbo Baggins, Gandalf, e um grupo de destemidos anões na busca dum tesouro perdido. É a história de um anão irado que viu a sua terra natal ser destruída e pilhada por Smaug, o terrível dragão. Esse anão, Thorin de seu nome, pede auxílio a Gandalf e a Bilbo, para reaver os tesouros dos seus ancestrais, guardados pelo temível dragão.

O Silmarillion

Esta obra é uma compilação de histórias baseadas na mitologia da Terra Média, narrando a luta dos elfos contra Morgoth, o primeiro e maior senhor das trevas, a fim de recuperarem os seus Silmarills, as mais preciosas jóias dos elfos.

Contos Inacabados

Tal como o título indica, este livro é uma compilação de contos que narram inúmeras histórias desde o começo dos tempos até ao fim da Guerra do Anel durante a Terceira Era.

Tolkien escreveu outras histórias e narrativas, muitas delas, exclusivamente para os seus filhos. Seu filho, Christopher Tolkien, herdeiro literário do pai, publicou postumamente diversos textos exclusivos, em destaque Os Filhos de Húrin e as enciclopédias História da Terra Média e História de O Hobbit.